Escolha uma Página

3 dicas valiosas fazer qualquer criança gostar de ler

por | set 2, 2018 | Escrita Criativa Para Crianças

Para começo de conversa: ela é quem manda. Sim, ela é a leitora. Você, um mediador de leitura. Apesar de participar daquele momento, o momento é dela. E quanto mais íntima for a relação do pequeno com os livros, mais próximo ficará desse amigo. E essa amizade durará para sempre! Deixe que a criança:

1) Manipule o livro

Sim, pode ser que ela rasgue. Que arranque uma página.  Nada de brigar por isso! Ou você quer que ela tenha medo de pegar em livros? O contato direto com o papel tem benefícios acima de qualquer incidente: – estimula o sentido do tato – estabelece alí o início de uma relação: a criança se apodera daquele objeto e debrava suas possibilidades físicas – ela se põe de verdade no papel de leitora, por completo, com seu amigo em punho. É claro que quando a criança tiver condições de entender, você pode ensiná-la a cuidar bem do seu companheiro. Até lá, tenha paciência pois é uma questão de coordenação motora.

2) Escolha o livro

Você pode se sentir decepcionada quando ela vier toda sorridente com um livrinho da Peppa Pig e não um Monteiro Lobato. – Não demonstre descontentamento ou sugira a troca desqualificando a escolha. Só o fato dela se interessar pelo livro é digno de elogio e alegria. – Personagens com apelos comerciais e poucos recursos literários e os gibis são portas de entrada para outras leituras mais elaboradas. – Depois de ler e interagir com o livro que ela escolheu, você pode sugerir outro. Se ela topar experimentar, vá em frente, se não, tente outras vezes apresentar-lhe novos mundos.

3) Busque o livro

Leia em casa, na biblioteca, na escola, acima de tudo faça desse momento um prazer e não uma obrigação com rigor de hora marcada e imposições . – Como quem não quer nada, espalhe alguns exemplares em locais que a criança tenha acesso, assim há maior possibilidade da iniciativa partir dela. – Leve-a à livrarias, bibliotecas. Muitas vezes esse lugares promovem eventos como tarde de autógrafos, contação de histórias. Deixe-a à vontade para procurar pelos livros. – Mostre a estante de livros da sua casa, em casa de parentes, ela precisa perceber que lhe é algo familiar. Leia quando ela estiver por perto. Com certeza esse é um belo exemplo a ser seguido. Tudo tem o seu tempo e apesar de você dar dicas de leitura, cada um gosta de um tipo de livro, e é maravilhoso que ela caminhe em busca do seu estilo literário preferido. 🙂

JULIANA MARINGONI

"Literatura sempre foi o meu mundo encantado, que eu queria tornar real."

Graduada em jornalismo na PUC Campinas, especialista em Jornalismo Literário e em Educação de Universidade Federal Fluminense, psicopedagoga e pedagoga com aprimoramento em Escrita Criativa pela Unicamp.

[thrive_leads id='1419']

Achou o conteúdo interessante? Considere compartilhá-lo em uma das mídias abaixo  e comente o que você achou da publicação.